A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Only variable references should be returned by reference

Filename: core/Common.php

Line Number: 257

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

Depoimento para a História - A resistência à ditadura militar no Paraná

Depoimento para a História - A resistência à ditadura militar no Paraná


Nome: Vitória Líbia Barreto de Faria

Profissão: Professora

Idade: 68 anos

Desde os tempos mais idos, VITÓRIA LÍBIA BARRETO DE FARIA  destacou-se como oradora. A segunda de seis irmãos, com a morte precoce do pai em 1965 teve que, desde cedo, conciliar os estudos superiores (história e jornalismo) com o sustento da família, trabalhando como professora particular nas horas vagas.

Embora não tenha tido uma atuação constante e direta nas ações políticas protagonizadas pelos quatro irmãos, sempre consentiu com suas perspectivas, dando suporte como podia. Inclusive, lembra como transformou o Colégio Tuiuti – onde era diretora e nora do dono – em um abrigo para militantes, empregando diversos deles, como seus próprios irmãos.

Em suas palavras, na condição de trabalhadora “arrimo da família”, sua “formação política se deu a partir dos meninos”. “Via, discutia e apoiava irrestritamente seus irmãos e suas idéias, acreditando em suas crenças”. Afora auxílio material, na condição de simpatizante da AP, seu apartamento constantemente era cedido para ser utilizado como “aparelho”.

Ao se formar em História, passou a lecionar em diversos locais, inclusive as matérias de Organização Social e Política Brasileira e Educação Moral e Cívica, sendo uma “professora diferenciada”, sem “nunca cumprir o papel que deveria cumprir nessas disciplinas” ao discutir “o que havia de mais avançado”, como repressão, divórcio e anticoncepcionais.

Nos anos 1970, divorciada e afastada do Tuiuti, participou da comissão pedagógica da Escola Oficina. Junto a seu novo companheiro, Gildo Scalco (ligado a Política Operária), foi morar em Belo Horizonte onde criou uma escola alternativa inspirada na experiência de Curitiba e passou a ter uma atuação política mais ativa, engajando-se na fundação do PT.  

 

 

Voltar para depoimentos

Visite-nos:

Rua Voluntários da Pátria, 475, Ed. Asa

Escritório: conjunto 1209, 12º andar

Mini auditório: conjunto 608, 6º andar

Centro - Curitiba/Pr - 80020-000

Fone: ++ 41 3079-1759