A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Only variable references should be returned by reference

Filename: core/Common.php

Line Number: 257

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

Depoimento para a História - A resistência à ditadura militar no Paraná

Depoimento para a História - A resistência à ditadura militar no Paraná


Nome: Lauro Consentino Filho

Profissão: Dentista

Idade: 71 anos

Em 1964, LAURO CONSENTINO FILHO era o tesoureiro do PCB e morava em Curitiba, onde cursava Odontologia na UFPR. Nascido em Morretes, foi eleito tesoureiro do DCE que era presidido por Frederico Carlos Marés. Com a formatura em 1968, Lauro comprou um consultório com o ajuda do pai, se estabeleceu em Medianeira e começou a trabalhar, sempre mantendo contato com os companheiros de militância estudantil.

“Nessa época, Zapata (codinome do jornalista Fabio Campana) me apresenta André (Aluizio Palmar) que me convida para participar de uma organização, que ainda não tinha nome, mas era o MR-8”, lembra Lauro. A proposta era montar uma guerrilha na fronteira. “Eu era contra a luta armada”. Mesmo assim, aceitou esconder um carregamento de armas no consultório, que alguém veio buscar dias depois para jogar no rio próximo à cidade.

Tal ajuda fez com que fosse preso dois meses depois, em Novembro de 1969, uma vez que o Exército achou o armamento no rio e expôs o arsenal na rodoviária. Levado para Cascavel, Lauro em seguida foi transferido para Curitiba, permanecendo na DOPS trinta dias, incomunicável. Sem provas de seu envolvimento com a tentativa de organização da guerrilha no oeste do Paraná, Lauro foi solto, após sofrer ameaças dos agentes, de que deveria deixar o Estado para a segurança dele e de sua esposa.

Decidiu permanecer em Medianeira, “pois era o único dentista da cidade”. Filiou-se ao MDB e permaneceu no PMDB. Em 1982 participou da campanha que elegeu José Richa governador. Convidado para integrar o governo como chefe da odontologia, aceitou e se transferiu com sua família para Curitiba. Até hoje continua trabalhando no Estado, no Centro de Atendimento Integral ao Fissurado Lábio Palatal (Afissur).

 

 

Voltar para depoimentos

Visite-nos:

Rua Voluntários da Pátria, 475, Ed. Asa

Escritório: conjunto 1209, 12º andar

Mini auditório: conjunto 608, 6º andar

Centro - Curitiba/Pr - 80020-000

Fone: ++ 41 3079-1759