A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Only variable references should be returned by reference

Filename: core/Common.php

Line Number: 257

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

Depoimento para a História - A resistência à ditadura militar no Paraná

Depoimento para a História - A resistência à ditadura militar no Paraná


Nome: Marcelo Eisi Oikawa

Profissão: Jornalista

Idade: 62 anos

MARCELO EISI OIKAWA conviveu desde pequeno com importantes lideranças comunistas locais e não tardou para que iniciasse sua atuação política em Londrina, entre os anos 1960 e 1980. Envolveu-se, sobretudo, com o Movimento Estudantil (ME) e, clandestinamente, com o Partido Comunista do Brasil, inclusive no começo dos anos 1970, quando as esquerdas armadas já haviam sido desarticuladas e parecia que o regime não teria fim. Foi um dos primeiros membros e principais articuladores do grupo Poeira, que dirigiu o DCE da UEL por anos a fio e deve sua fama ao jornal editado de meados da década em diante. As memórias de Oikawa percorrem caminhos que se iniciam com a Guerrilha de Porecatu e vão até o final do regime de exceção no Brasil, iluminando as especificidades de uma Londrina que, em alguns aspectos, vivia em descompasso com o restante da nação.

Falando das atividades protagonizadas em sua cidade nos Anos de Chumbo, Marcelo revela a profusão e intensidade de ações políticas em contraposição à desarticulação do ME Brasil afora. Inclusive, lembra como os estudantes londrinenses estiveram à frente das tentativas de reorganização do movimento, tanto no começo da década quando não encontraram outros grupos organizados, quanto em seu final, já em um contexto de ressurgimento do ME em todo país.

Tamanha é a disparidade temporal dos acontecimentos em Londrina que, já muito próximo da Lei de Anistia, quando o país caminhava para a redemocratização, o próprio Oikawa foi tardiamente preso e condenado com base na Lei de Segurança Nacional, sendo logo anistiado. Se nas demais universidades do país os estudantes acumulavam vitórias, o DCE da UEL foi invadido e interditado somente no começo dos anos 1980.

 

 

Voltar para depoimentos

Visite-nos:

Rua Voluntários da Pátria, 475, Ed. Asa

Escritório: conjunto 1209, 12º andar

Mini auditório: conjunto 608, 6º andar

Centro - Curitiba/Pr - 80020-000

Fone: ++ 41 3079-1759