A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Only variable references should be returned by reference

Filename: core/Common.php

Line Number: 257

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

Se for falar em verdade histórica, temos que evitar o facciosismo demais. Não vale. Você tem que ouvir os dois lados.

Se for falar em verdade histórica, temos que evitar o facciosismo demais. Não vale. Você tem que ouvir os dois lados.


Nome: Luiz Geraldo Mazza

Profissão: Jornalista e Advogado

Idade: 82 anos

 

Formado em Direito no ano de 1954, organizou e participou ativamente de manifestações de rua do período, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná e do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Envolveu-se em movimentos como dos trabalhadores da limpeza pública, contra o aumento da tarifa do transporte coletivo, contra o imperialismo estadunidense e contra a carestia.

 

Durante a Ditadura, envolveu-se nos processos eleitorais, apoiando o MDB. Respondeu a Inquérito Policial Militar aberto contra os jornalistas do Última Hora já em 1964, enfrentando longo período de desemprego formal.

 Em seu depoimento, Mazza relembra a perseguição que ele e outros jornalistas sofreram: “Eu fui atingido pelo lado institucional em 1964, o Ato nº I, em que o governador Ney Braga seleciona algumas pessoas, muitos jornalistas, para afastar do serviço público, colocando em disponibilidade”. Além de jornalistas, foram atingidos outros funcionários públicos como, por exemplo, promotor Noel Nascimento, que tinha um posicionamento muito forte contra o regime de exceção recém-instalado.

 “Fomos afastados do serviço público. Houve alguns casos de tortura, principalmente do pessoal mais determinado, o pessoal de Londrina nessa época. Mas as coisas complicam depois de 68. Aí é que o quadro complica”, afirma.

 Com mais de 60 anos de atividade no jornalismo paranaense, Mazza continua ativo na profissão, trabalhando em rádio e jornal, sempre com seu viés crítico, ácido muitas vezes, mas sem nunca perder o espírito combativo que o caracteriza. Respeitado por todas as tendências ideológicas, é testemunha privilegiada da história política do Paraná.

Parte 1 

 

Parte 2

   

Voltar para depoimentos

Visite-nos:

Rua Voluntários da Pátria, 475, Ed. Asa

Escritório: conjunto 1209, 12º andar

Mini auditório: conjunto 608, 6º andar

Centro - Curitiba/Pr - 80020-000

Fone: ++ 41 3079-1759