A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Only variable references should be returned by reference

Filename: core/Common.php

Line Number: 257

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

O Capitão Balbinotti me entregou ao meu pai e disse que “a prisão foi um engano”

O Capitão Balbinotti me entregou ao meu pai e disse que “a prisão foi um engano”


Nome: Ana Beatriz Fortes

Profissão: Comerciante

Idade: 62 anos

Em 11 de maio de 1970, ANA BEATRIZ FORTES foi presa em Curitiba e levada para o Quartel do Exército da Praça Rui Barbosa, onde foi torturada por agentes do Dops e por policiais do Rio de Janeiro.

A acusação, ela até hoje não sabe. Irmã de Elizabeth Fortes, que estava presa em São Paulo por ter participado do Congresso de Ubiúna, Ana Beatriz chegou a ir a algumas reuniões com estudantes, mas não era uma militante ativa.

Após três dias presa na Rui Barbosa sem que seus pais soubessem, foi levada de avião para o Quartel do 34 º Batalhão do Exército, em Foz do Iguaçu, No voo, agentes ameaçaram jogá-la nas Cataratas do Iguaçu, junto com outro rapaz que também estava no avião. Lá permaneceu junto com outros militantes presos e foi submetida a novos interrogatórios.

Em Foz, foram dez dias de terror. Presa na mesma cela que outra militante Izabel Fávero, que pertencia a Vanguarda Popular Revolucionária (VPR,) e tinha sido presa em Nova Aurora. As duas, que não se conheciam, foram vítimas de choque elétrico, agressões físicas e todo tipo de crueldade. Izabel, inclusive, sofreu um aborto em decorrência das torturas. No retorno a Curitiba, acompanhada pelo Capitão Balbinotti, Ana Beatriz é levada para casa. A seu pai, o capitão disse apenas: “Foi um engano”.

Em seu depoimento, Ana Beatriz relata o emocionante encontro com Izabel Fávero em Foz do Iguaçu, em 27 de Junho de 2013, durante uma audiência pública da Comissão Estadual da Verdade. Durante anos, as duas mulheres ficaram sem saber do nome e do paradeiro de cada uma. Somente após a publicação dos relatos é que as duas se aproximaram e o reencontro aconteceu décadas depois.

 

 

Voltar para depoimentos

Visite-nos:

Rua Voluntários da Pátria, 475, Ed. Asa

Escritório: conjunto 1209, 12º andar

Mini auditório: conjunto 608, 6º andar

Centro - Curitiba/Pr - 80020-000

Fone: ++ 41 3079-1759