A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Only variable references should be returned by reference

Filename: core/Common.php

Line Number: 257

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

A PHP Error was encountered

Severity: Warning

Message: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/kelle/dhpaz.org/system/core/Exceptions.php:185)

Filename: libraries/Session.php

Line Number: 675

Não se resgata a memória em silêncio. É preciso tocar o bumbo!

Não se resgata a memória em silêncio. É preciso tocar o bumbo!


Nome: Laércio Souto Maior

Profissão: Advogado

Idade: 75 anos

O pernambucano LAÉRCIO SOUTO MAIOR vive no Paraná há 50 anos, onde chegou como estudante secundarista já simpatizante do PCB e seu líder maior Luiz Carlos Prestes. 

Instala-se em Maringá, onde o partidão era muito organizado, inclusive com um vereador eleito, Bonifácio Martins. Nos dias que antecederam o golpe militar, Laércio participou da organização de uma vigília na Câmara Municipal e um protesto nas ruas. No dia dos eventos, véspera do golpe, a Polícia Militar já tinha reprimido as manifestações. 

Além de simpatizando do PCB, Laércio se aproximou da AP que era organizada em Maringá com Edésio Passos. “Maringá era revolucionária em 1968, com manifestações de estudantes e tentativa de greve geral graças a uma frente ampla de militantes de esquerda organizados e determinados a combater a ditadura”, conta. Presos três vezes (68, 70 e 75), Laércio de denomina um “comunista revolucionário” que vai morrer comunista. 

Sua história de luta e resistência é um libelo à determinação dos militantes que não apequenaram diante da perseguição, das prisões, torturas e do medo, principalmente. Hoje, Laércio exalta o movimento de resgate da memória destes militantes: “Não se resgata a memória em silêncio. É preciso tocar o bumbo!”. 

 

Voltar para depoimentos

Visite-nos:

Rua Voluntários da Pátria, 475, Ed. Asa

Escritório: conjunto 1209, 12º andar

Mini auditório: conjunto 608, 6º andar

Centro - Curitiba/Pr - 80020-000

Fone: ++ 41 3079-1759